Este website utiliza cookies para lhe proporcionar uma melhor experiência de navegação. Ao navegar estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre a nossa Politica de Cookies e Privacidade (clique em Saber Mais) e fique a saber como desativa ou altera o uso dos cookies. Se leu a informação, concorda com o uso dos cookies e não desejo visualizar esta informação novamente (clique em Aceitar e Fechar).

São Miguel

Roteiro de 10 dias pelo Açores: cinco dias em São Miguel

A ilha de São Miguel é sinónimo de encanto, de natureza e de beleza, com locais maravilhosos e atividades diversificadas. Este roteiro leva-o a conhecer os segredos mais bem guardados da ilha mais turística dos Açores.

Este roteiro é parte duma viagem efetuada aos Açores durante 10 dias sendo que 5 foram passados no Faial e Pico e os restantes foram passados em São Miguel.

Veja aqui o roteiro na ilha do Faial.
Veja aqui o roteiro na ilha do Pico.

A Ilha de São Miguel acolhe uma multiplicidade de paisagens, lagoas, cursos de água e encantos que nunca mais acabam. A título pessoal, já tinha visitado esta ilha no passado e fiquei apaixonado. Na altura não era tão falada e havia menos turismo ao contrário do que acontece hoje em dia. Irá encontrar muito transito nos sítios mais conhecidos, parques de estacionamento com tempo contado e filas para tirar selfies. O silencio de alguns locais perdeu-se, mas mesmo assim penso que a ilha não perdeu os encantos com o boom turístico.

>> Voos para São Miguel

 

>>Encontre estadias na Ilha de São Miguel

 

1º Dia - Ponta Delgada

Aproveitamos o dia da nossa chegada para conhecer a cidade de Ponta Delgada. A capital do Arquipélago e da ilha tem vários locais de interesse que merecem uma visita. Se direcionar a sua visita para a parte cultural comece por visitar as Portas da Cidade. As Portas da Cidade são um monumento que se encontra no centro da cidade, perto de ruas cheias de restaurantes e pequenas lojas. Junto às Portas da Cidade tem a nova zona da marina que se chamam Portas do Mar com restaurantes e bares. Perto desta zona tem várias igrejas que merecem a sua visita (Igreja Matriz de São Sebastião; Igreja do Senhor de Santo Cristo; Igreja de São José; Igreja de Todos-os-Santos entre outras) o Forte de São Brás onde encontra o Museu Militar dos Açores, vários largos e jardins tais como o Jardim Antero de Quental.

Se direcionar a sua visita à cidade para o mar pode usufruir das praias perto da cidade, com areia preta, as piscinas naturais e as observações aos Cetácios.  

portas cidade

 

2º dia - Lagoa das Sete Cidades e Parte Ocidental da Ilha

No segundo dia aproveitamos para visitar a zona das Lagoas perto da mais conhecida, a Lagoa das Sete Cidades. Saímos de Ponta Delgada e seguimos a estrada que passa pela Covoada e aproveitamos para visitar a Lagoa do Carvão, Lagoa do Canário e a Lagoa das Empadas. Ainda nos deslumbramos com o Aqueduto do Carvão. Depois seguimos os muitos carros até ao Miradouro da Vista do Rei onde podemos apreciar a Lagoa das Sete Cidades. Se o tempo deixar, consegue apreciar as suas duas cores. Descemos até à localidade das Sete Cidades, dentro da cratera do extinto vulcão e procuramos um sítio para almoçar e retemperar as forças. De tarde, seguimos até aos Mosteiros para conhecer a sua praia, mas não ficamos. O destino final era mesmo a Ferraria onde nos podíamos banhar no oceano por águas aquecidas pelo vulcão. Sim é mesmo verdade, na Ferraria, além das Termas podemos tomar banho no oceano, numa pequena enseada onde a água está quentíssima, aquecida pelo calor da terra vulcânica. O local, pelo menos no verão, possui um apoio de praia, nadadores salvadores e cordas que nos permitem estar a apreciar esta água sem grande esforço.

sete cidades

DICA:

 ferraria

  

Onde Dormir

 

 

3º Dia - Lagoa do Fogo e Caldeira Velha

Neste terceiro dia fomos preparados para caminhar e obviamente para nos banharmos. Um misto que é possível fazer nestas ilhas. Saímos de Ponta Delgada em direção a Lagoa e depois Lagoa do Fogo. No dia em que a visitamos tivemos sorte de as nuvens não estarem a tapar a paisagem dos vários miradouros. Paramos no estacionamento e Miradouro da Lagoa do Fogo e descemos pelo trilho bastante acidentado até lá abaixo por forma a contemplar este paraiso. Estar dentro destas paredes, perto de um lago tão grande e com uma vegetação exuberante fez-nos, por momentos, esquecer a enorme subida que ainda tinhamos de fazer. Voltamos, voltamos ao carro e descemos até à Ribeira Grande, onde passeamos e almoçamos. Depois voltamos à mesma estrada e paramos na Caldeira Velha onde além de um Centro de Interpretação, podemos tomar banho nas várias piscinas criadas para aproveitar a água aquecida que cai de uma cascata. Local de enorme beleza e apesar do movimento, de alguma calma. 

caldeira velha

DICA:

4º Dia - Furnas

O quarto dia ficou reservado para a Zona das Furnas, famosa pelos seus cozidos e caldeiras. Saímos em direção à Lagoa das Furnas e visitamos as Fumarolas onde é feito o cozido do outro lado da lagoa, visitamos a Mata José do Canto. Depois seguimos em direção à povoação das furnas onde passamos o resto do dia visitando as Caldeiras e a Poça da Dona Beija. A Poça da Dona Beija é um conjunto de piscinas com água bem quentinha, num pequeno vale e onde pode passar parte do dia e também durante a noite. Pelo regresso passamos ainda pela Lagoa do Congro. Esta lagoa encontra-se mais afastada das outras mais conhecidas, mas é de rara beleza. O estacionamento do carro é feito junto a uma descida feita dentro de uma enorme vegetação. No fim da descida encontramos a lagoa, calma, serena e esplendida.

dona beija

DICA:

5º dia - Nordeste

Apesar de a ilha não ser muito grande é necessário reservar um dia para conhecer a zona do Nordeste. Para o fazer, saímos novamente de manhã e seguimos em direção à Ribeira Grande para apanharmos a estrada que circula a ilha, mas numa zona onde é mais rápida do que no lado sul da ilha. Pelo caminho fizemos uma paragem obrigatória na Fábrica de Chã da Gorreana e conhecemos um pouco da história dos chãs da ilha. Voltamos à estrada e na zona da Achada saímos novamente para visitar o Parque Natural da Ribeira dos Caldeirões. Este parque segue o leito da ribeira dos Caldeirões e proporciona a visita a duas quedas de água. Voltamos novamente à estrada e na zona do Nordeste visitamos as praias, almoçamos e seguimos até ao miradouro da vista dos barcos onde se pode observar o Farol do Arnel.  Fomos ainda ao parque e miradouro da Ponta do Sossego. Voltamos a Ponta Delgada.

DICA:

ribeira caldeiroes

 

5º dia - Ilhéu de Vila Franca do Campo

O ilhéu da Vila Franca do Campo é uma pequena ilha que se situa em frente a Vila Franca do Campo, e que devido à sua formação vulcânica possui uma enseada redonda e protegida do mar. É um sítio magnifico para passar algum tempo a apanhar sol, nadar, mergulhar e relaxar. Pelo facto de ser uma zona protegida há um número máximo de pessoas que podem estar no ilheu diariamente e devido à sua procura deve reservar com muita antecedência na web a sua visita ao ilhéu. Depois prepare-se para as filas de espera e aproveite o dia.   

 

Mapa da Ilha de São Miguel

 

Galeria

 

 

Hotéis populares na Ilha de São Miguel

 

Compare os preços para a sua estadia

  

Pesquise e compare voos

A ferramenta de pesquisa compara voos das diferentes companhias

Pesquise agora

Pesquise e compare hoteis

Com esta ferramenta pode comparar os preços para o mesmo hotel

Pesquise agora

 

Booking.com
Booking.com

Rent-a-car

Compare preços

Pesquise agora

Transfers

Com kiwitaxi vai encontrar o transfer para o seu destino.

Pesquise agora

Venha conhecer a ilha de São Miguel nos Açores.

Roteiro das principais atrações da ilha de são miguel.

O que fazer na ilha de São miguel e em Ponta Delgada.

Atividades de aventura e praias em São Miguel.

O que vistar na ilha de São Miguel nos Açores.

Voos e estadias na Ilha de São Miguel.

ENTRADAS MAIS LIDAS

RECENTEMENTE EDITADAS

©2018 scannertrip. All Rights Reserved. Designed By JoomShaper

Pesquisar